Superar o divórcio: Quanto tempo para voltar a ser feliz?

Superar o divórcio: Quanto tempo para voltar a ser feliz?

Quando casamos, a última coisa que pensamos é que um dia esse casamento termina. No entanto, a vida leva-nos para caminhos que não queríamos, nem esperávamos.

O divórcio não é uma decisão tomada de ânimo leve. De facto, existe uma promessa de para sempre que custa muito deixar para trás. Mas, às vezes, a vida mostra-nos que não era aquele o caminho que deveríamos seguir.

Afinal de contas, a felicidade deve sempre ser o nosso primeiro e último objectivo. Não existe outro motivo para fazermos algo. A nossa felicidade tem sempre de vir em primeiro lugar. E quando um relacionamento não nos faz felizes, a separação é a única opção.

Superar um divórcio, independentemente do motivo, nunca é fácil. Existe toda uma história em comum que teve de ser deixada no passado. É preciso olhar a vida de uma outra forma, não mais a dois, não mais na companhia de alguém que sempre esteve do nosso lado.

Não é algo que se consiga da noite para o dia. É preciso tempo para refazer todos os planos internos, até a forma como vemos a nossa própria vida. 

Se está nessa situação, então continue lendo!

Quanto tempo demoramos a superar um divórcio?

Obviamente que não existe matemática que possa determinar exactamente o tempo que demorará a ultrapassar o divórcio. Cada caso é um caso.

No entanto, alguns estudos levados a cabo pela Universidade de Binghampton, nos Estados Unidos da América, indicam que este acontecimento pode demorar entre 6 meses a 2 anos a ser superado.

Além disso, os estudos apontam que as mulheres tendem a recuperar de um divórcio mais rápido, mas que sentem um impacto emocional maior. Os homens, embora com um impacto imocional menos severo, demoram mais a superar por completo a separação.

Fases de superação do divórcio

A superação de um divórcio é um processo que passa por várias fases. Todas as pessoas que se separam passam por elas, e só depois de ultrapassadas todas as fases podemos dizer que se conseguiu superar o divórcio.

  1. Depressão e raiva – Num primeiro momento as pessoas ficam deprimidas e é comum sentirem raiva pelo parceiro. Também é normal sentir muita ansiedade por tudo o que está a acontecer.
  2. Desorientação – Depois de passada uma fase de depressão e raiva, um sentimento de medo e incerteza toma conta de nós. Sentimo-nos completamente desorientados, sem rumo.
  3. Tristeza – Quando percebemos que realmente toda uma relação se perdeu, e com ele um sentimento tão bonito que achávamos ser para sempre, sentimos uma imensa dor e tristeza.
  4. Procura por explicações – A quarta fase é marcada por uma tentativa de entender tudo aquilo que aconteceu. É normal que se tente encontrar um culpado para tudo.
  5. Assimilação – Esta é uma fase em que começamos a aceitar que a separação existiu e tende-se a romper qualquer tipo de ligação com o passado.
  6. Libertação – A última fase chega com um sentimento de liberdade completa. O divórcio foi superado e conseguimos ver que existe um futuro inteiro à nossa frente.

Se está numa situação destas, não tenha medo nem vergonha de pedir ajuda. Muitas pessoas não conseguem superar um divórcio com facilidade. O acompanhamento com um profissional qualificado pode ajudá-lo a viver esta fase mais calmamente e tranquilamente.

Sara